amamentação

Benefícios da amamentação para a mãe: 7 razões para amamentar

Geralmente, quando ouvimos falar sobre os benefícios da amamentação, eles estão relacionados à saúde do bebê. Contudo, o aleitamento materno também traz grandes vantagens para a saúde da mãe, quando ela é possível.

Você já ouviu falar nisso? Sabe que benefícios da amamentação são esses?

Benefícios da amamentação para a mãe

1. Fortalecimento do vínculo com o bebê

O momento da amamentação é único, tanto para o bebê quanto para a mãe. Nesse breve espaço de tempo, o vínculo entre eles é estreitado e fortalecido. Por isso, é importante ignorar todas as distrações, em especial o telefone celular.

Assim, ao amamentar o seu bebê, esteja presente, observe, analise, converse com seu filho. Essas pequenas atitudes são enriquecedoras para o desenvolvimento dele.

2. Diminui os risco de anemia pós-parto

Quando a mulher amamenta, o organismo dela libera, em maior quantidade, um hormônio chamado ocitocina, responsável pela contração uterina. Em consequência disso, há uma redução da hemorragia pós parto, e, por conseguinte, de anemia.

3. Ajuda a emagrecer

Amamentar em regime exclusivo, o que deve ocorrer até o sexto mês, consome cerca de 640 calorias dia. Isso significa que, se a mulher mantiver a sua ingestão habitual de alimentos, terá um gasto calórico adicional, que resulta em emagrecimento.

É claro que engordar ou emagrecer vai depender da quantidade de alimentos ingeridos. O ideal é sempre associar o emagrecimento com atividade física.

4. Reduz as chances de câncer de mama

Quando amamenta, a mãe diminui os riscos de desenvolver câncer de mama. Isso ocorre devido a diferenças hormonais observadas nesse período. A cada 12 meses de aleitamento, as chances de desenvolver uma neoplasia de mama reduzem em 4,3%.

O câncer de ovário também tem sua incidência reduzida: para cada mês de amamentação, redução de 2% nas chances desse tipo de neoplasia.

Já para o câncer de endométrio, a redução do risco é de até 11%.

Para os 3 tipos de neoplasia, quanto maior o tempo de aleitamento, maior o benefício.

5. Diminui os riscos de depressão pós-parto

Os estudos são conflitantes para definir causas, mas aleitamento materno exclusivo se associa a menores taxas de depressão pós parto. Além disso, dentre as mães com diagnóstico de depressão pós parto, a incidência de desmame precoce é maior.

6. Maior proteção contra doenças cardiovasculares

A redução de risco é em torno de 9% se aleitamento materno exclusivo até 6 meses. Podendo chegar a 18% se a mãe tem uma segunda criança e a amamenta também até 6 meses.

7. Economia

Fórmula infantil é um alimento caro. Depende de preparo e ainda existe o risco de contaminação.

Os gastos variam de acordo com o tipo de fórmula escolhida e da quantidade de mamadeiras que a criança ingere. Se a criança só mama fórmula, por exemplo, nos primeiros 6 meses, os custos mensais variam em média entre R$148,00 a R$320,00. Isso para fórmulas não especiais, como as dos alérgicos a leite, por exemplo. Nesses casos, o custo pode variar entre 715 a 1430,00, a depender do tipo de fórmula utilizado. Esse valores foram baseados em um consumo de 4 latas de 800 gramas/mês e nos valores pesquisados em março/2020.

Notem que quanto maior o tempo de aleitamento, no geral, maiores os benefícios da amamentação para as mães. Isso sem contar nos benefícios para o bebê.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como pediatra em Nova Lima!

O que deseja encontrar?

Compartilhe