cólica em bebê

Cólica em bebê: 7 dicas de como tratar

A cólica em bebê é algo tão comum quanto desconfortável e sinaliza situações diversas, sendo identificada por um choro agudo, motivado pela dor.

Acredita-se que este desconforto acontece porque a flora intestinal do recém-nascido ainda não está completamente formada e, portanto, seu corpo ainda está se acostumando com o processo de digestão do leite.

Continue a leitura deste artigo para saber mais sobre o problema.

Como identificar a cólica no bebê?

Para identificar se seu filho está sofrendo com a cólica, é necessário observar alguns sinais básicos. O mais comum é o choro constante, que não cessa, mesmo após a amamentação e a troca de fralda.

Além disso, os bebês costumam contorcer o corpo e flexionar as pernas na direção da barriga, pois muitas vezes isso alivia a dor. É comum que permaneçam com os punhos fechados e tenham expressão de dor no rosto.

Ao tocar a barriga do bebê, quando ele sofre com cólica, é possível perceber que ela se torna mais endurecida. Os bebês também costumam soltar gases quando são afligidos pela sensação.  

O bebê que sofre com esse quadro costuma seguir a “regra dos três”: o choro causado pelo desconforto tem ao menos três horas de duração, acontece pelo menos três dias por semana e desaparece aos três meses de idade.

A partir de quando esse problema pode ocorrer?

As cólicas começam a surgir a partir da segunda semana de vida do bebê, podendo ocorrer pequenas pausas. Apesar de ser conhecida há anos, não se sabe qual é a sua causa exata, e é comum que desapareça após os três meses de idade da criança

Se persistir após esse período, é necessário buscar orientação pediátrica para que haja investigação de outras causas.

Como tratar a cólica no bebê?

Há algumas formas de aliviar a dor da cólica. Confira agora algumas delas.

1. Massageie a barriga

Fazer massagem na barriga do bebê, com movimentos circulares, pode ajudar a aliviar a dor causada pela cólica. Um creme hidratante ou óleo infantil podem ser eficientes para auxiliar nesse processo.

2. Aqueça o local

Utilizar bolsa de água morna no abdômen do bebê pode ajudar. Entretanto, deve-se tomar cuidado para que a temperatura não esteja muito elevada, o que pode causar queimaduras.

3. Movimente as pernas

Uma das formas de perceber que o bebê está sofrendo com dores abdominais é verificar o movimento que suas pernas fazem, geralmente em direção ao abdômen. Essa posição é eficiente para diminuir o incômodo.

Por isso, coloque o bebê deitado de barriga para cima e empurre suas pernas nessa direção, comprimindo a barriga.

4. Dê um banho morno

O banho morno pode ter efeito similar ao da bolsa de água quente, aliviando os sintomas causados pela cólica.

5. Faça o bebê arrotar

É importante lembrar-se de fazer o bebê arrotar após cada amamentação, pois alivia os gases que geram dor.

6. Mantenha contato com a pele

Deite o bebê em seu abdômen ou peito, deixando a barriga da criança entrar em contato com a sua pele. O calor e o aconchego dessa posição provam-se muito eficientes para aliviar os sintomas de cólica no bebê.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como pediatra em Nova Lima!

O que deseja encontrar?

Compartilhe