desfralde

Desfralde: como fazer?

O período de desfralde é uma das etapas mais esperadas pelos pais. Contudo, antes de dar adeus às fraldas, é preciso que haja um planejamento para que a transição ocorra de forma saudável para a criança.

Afinal, ela também precisa concordar com essa mudança. Para facilitar e orientar a ação dos pais, alguns métodos foram desenvolvidos. Neste texto, abordaremos o método Brazelton. Já ouviu falar? Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto.

O que é o método Brazelton?

Este método foi desenvolvido pelo pediatra norte-americano Thomas Berry Brazelton, que produziu uma série de conteúdos para pais e educadores em diversos assuntos pediátricos. Gosto e recomendo muito a leitura de todos os livros, disponíveis já traduzidos no Brasil.

De acordo com Brazelton, a criança precisa ter a consciência de que usar o penico é uma conquista dela e não o cumprimento de uma decisão tomada pelos pais.

Contudo, não existe uma regra para o momento certo do desfralde. Essa decisão envolve diversos aspectos, entre eles, o cultural.

Existe uma idade certa?

Segundo o método Brazelton, o momento certo é quando a criança tem maturidade para o desfralde. Esse pensamento está baseado no conceito de que a evolução do corpo não acompanha o desenvolvimento emocional, sendo um erro especificar a idade certa.

Além disso, insistir em retirar as fraldas em um período inapropriado pode tornar essa questão uma batalha entre pais e filhos, causando até problemas que perduram na vida adulta, tais como a enurese noturna (urinar na cama) e problemas como a constipação intestinal.

Quais são os sinais de que o meu filho está pronto para o desfralde?

  • Ficar de pé e caminhar já não é tão excitante
  • Bom entendimento da fala – dois comandos em 1 sentença ( ex: vá até o peniquinho e faça xixi).
  • Fala e contextualiza a palavra não
  • Coloca as coisas no seu devido lugar – organiza brinquedos, guarda objetos em caixas . (Vai saber onde usar o peniquinho)
  • Imita comportamento ( usa o vaso como papai e mamãe) – não pressionar. Geralmente pico se dá em torno de 2 anos.
  • Urina e evacua em horários previsíveis
  • Consciência do corpo: aponta para a fralda suja e avisa sobre xixi e cocô. 
  • Estar pronto para dar adeus ao “cocô”
  • Saber colocar e tirar roupa (qualquer peça e não necessariamente todas)

É UMA TAREFA DA CRIANÇA. NÃO FORÇAR A BARRA. FAÇA APENAS SUGESTÕES. 

Sinais de que a criança não está pronta para usar o penico:

  •  Se esconde para fazer cocô
  • Fica no penico e depois faz xixi no chão
  • Não quer tirar a fralda para ir para o penico e quando os pais o fazem ela grita
  • Tira a fralda e faz cocô no chão
  • Com passos largos abaixa  faz cocô na fralda e não está desconfortável ( ao invés de desconforto parace feliz)
  • Diz não quando os pais falam que ela está pronta para fazer cocô
  • Mostra resistência para usar penico ou privada

Como deve ser feito o desfralde?

A metodologia de Brazelton é focada na criança, sendo ela quem irá ditar o ritmo da mudança. Quando os pais percebem que ela está pronta, podem se utilizar de algumas estratégias para que o desfralde ocorra com sucesso. São elas:

  • Levar o filho para escolher o penico. Assim, há uma familiarização com o objeto e ele se sentirá o seu dono;
  • Incentivar a criança a sentar no penico, mesmo que vestido. Esse é o início da associação entre o acessório e o ato de ir no banheiro
  •  Uso do penico deve ser um momento agradável, nunca de briga ou barganha. Ao colocar a criança no penico, sente-se perto, cante música, conte uma história ou simplesmente converse com ela sobre qualquer assunto agradável.
  • Fazer de conta: usar um brinquedo preferido no peniquinho, fazendo a encenação de como usá-lo.
  • A criança deve ter a consciência de como se usa o pinico- levar a criança com o pai/mãe ao banheiro – “ eu estou usando o penico, um dia, quando você quiser, terá o seu. Aí será um mocinho/mocinha”.
  • Livrinhos ajudam muito nessa conscientização sobre o uso de penico. Existem vários com esse tema. Segue uma sugestão

Passo a passo para a retirada de fraldas

 

  •  Se o negativismo vier à tona, retorne para o passo anterior
  • A criança guia o pai
  • Menino: treinar sempre sentado
  • Quando demonstrar interesse, coloque ele de roupas ou de fraldas ( evitar primeiro contato ruim com o frio do penico). Conte uma história
  • Deixe ele sair quando quiser
  • Tente essa rotina inicial 1 vez ao dia – para acostumar com a idéia
  • Quando a criança estiver acostumada à rotina de se sentar no penico, crie o hábito de esvaziar as fraldas sujas no penico ( não insista se a criança não quiser). Fazer isso de 1 a 2 vezes ao dia.
  • Não capturá-la para levar ao penico quando a criança estiver evacuando ou urinando. 
  • Criar a rotina de lavar as mão depois.
  • Ofereça para tirar as fraldas e deixe a criança correr com o bumbum de fora. Coloque o penico no quarto. Pergunte se ela quer ser ajudada a ir no penico. Caso ela for ( “foi no penico como papai e mamãe”) – SEM ESTARDALHAÇO!
  • Se tudo estiver indo bem, ofereça calça que pode sujar. Não demonstre frustração com acidentes. Eles vão ocorrer. Diga que está tudo bem, que ela está aprendendo, e não faça disso um problema.
  • Se a criança quiser, dê a ela a chance de eliminar o cocô no vaso. Se não, descarte somente quando perder interesse. Deixar também dar descarga (se ela quiser)
  • Se usar o vaso, colocar redutor e apoio para os pés ( imprescindível)
  • Para meninos, quando estiver dominando bem xixi assentado, fazer em pé (como o papai)
  • Se a criança estiver interessada, use calça para soneca do dia. Se molhar, volte a colocar fraldas.
  • Usar lembretes sutis: você precisa ir ao banheiro?

Esse é um tipo de abordagem. Existem naturalmente muitas outras. Gosto muito dessa uma vez que respeita o ritmo e a individualidade de cada criança.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como pediatra em Nova Lima!

O que deseja encontrar?

Compartilhe