refluxo fisiológico

Entenda a diferença entre refluxo fisiológico e patológico

Refluxo fisiológico e patológico. O que significam esses termos tão comuns no consultório pediátrico? Regurgitação é uma queixa extremamente prevalente em pediatria. A boa notícia é que a doença do refluxo gastroesofágico ocorre em uma minoria dos bebês.

Por que o refluxo fisiológico ocorre?

Fisiológico é um termo em medicina que usamos para definir um processo que é normal, e que, portanto, não caracteriza uma doença. O refluxo fisiológico então é o retorno do conteúdo gástrico para o esôfago devido à questões da anatomia do esôfago e do estômago do bebê. Na criança maior e no adulto, existem barreiras que impedem que esse retorno acorra. 

Por característica, bebês que apresentam refluxo fisiológico podem apresentar inúmeras regurgitações por dia, mas sem outros sintomas associados. Ela vai sempre apresentar crescimento e ganho de peso adequados, assim como comportamento dentro do esperado para a faixa etária.

Essa regurgitação fisiológica é o que ocorre na maioria dos bebês e não deve gerar nenhum tipo de preocupação. Não é necessária investigação ou uso de medicamentos.

E o refluxo patológico?

Já a suspeita de refluxo patológico ocorre quando associado a regurgitação, outros sinais e sintomas aparecem:

  • Dificuldade de ganho de peso
  • Déficit de crescimento
  • Irritabilidade
  • Choro excessivo
  • Piora da qualidade ou redução no número de horas de sono
  • Dor abdominal

Os sintomas acima são os mais comuns, podendo ocorrer outros, tais como hemorragia digestiva, problemas otorrinolaringológicos e até mesmo pneumonia.

O problema é que os sintomas descritos acima são muito inespecíficos, e várias outras doenças podem cursar com quadros similares. Além disso, a queixa de choro e pouco sono são as mais frequentes nos primeiros meses, dificultando ainda mais o diagnóstico preciso.

O que precisa ficar realmente claro é que refluxo patológico ou doença do refluxo gastroesofágico jamais pode ser diagnosticada pela simples informação de que o bebê regurgita.

Como é o tratamento do refluxo fisiológico e patológico?

Como dito anteriormente, o refluxo fisiológico não demanda tratamento. Bebês regurgitam, e isso é normal. Não se preocupe.

O refluxo patológico, idealmente diagnosticado por um gastroenterologista pediátrico, pode precisar de medidas dietéticas e medicamentosas. Mas a conduta é individualizada para cada caso.

É realmente importante chegar em um diagnóstico preciso e realizar acompanhamento com profissional capacitado na condução do caso.

 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como pediatra em Nova Lima!

O que deseja encontrar?

Compartilhe