sapinho na boca

Sapinho na boca: sintomas e tratamentos

Sapinho na boca de bebês e crianças pode causar muito incômodo. Por isso, é importante conhecer os sintomas e tratamentos disponíveis para essa patologia tão frequente. 

O que é o sapinho?

O sapinho na boca, também conhecido como candidíase oral, é causado por um fungo chamado Candida albicans, o mesmo que pode causar a candidíase de fralda e as infecções vaginais. 

Candida albicans, que é o fungo causador está presente no organismo de todo indivíduo e habitualmente não causa transtornos. Isso significa que ninguém pega cândida, ela já mora na criança ou adulto. Quando o sapinho ou candidíase oral aparece, o crescimento fúngico, por algum motivo, se tornou descontrolado e excessivo.  Não há mais harmonia nessa convivência e começam a aparecer as famosas placas brancas orais, que nada mais são do que grandes colônias de cândida. 

Então qual é o motivo de o sapinho na boca aflorar?

Bebês são particularmente susceptíveis ao crescimento exagerado do fungo, por uma série de fatores. Generalizando, condições ideias para o crescimento da cândida são calor, umidade e escuro. E esse é justamente um dos mecanismos de o sapinho aparecer. Mães que amamentam, devido à essas condições na mama, podem desenvolver candidíase, e acabar passando ainda mais fungos para o bebê. Por ter um sistema imunológico pouco desenvolvido, o bebê pode não conseguir lidar com o excesso fúngico, gerando candidíase clínica.

Chupetas e mamadeiras mal esterilizadas também podem ser vilãs. Geralmente, após higiene, são armazenadas em ambientes escuros, e por vezes com umidade, predispondo colonização fúngica.

Uso de medicamentos como os antibióticos podem provocar um desequilíbrio da flora bacteriana normal do bebê, permitindo condições ideais para proliferação da cândida. Apesar de fungos e bactérias serem diferentes, sua coexistência gera uma equilíbrio perfeito que pode ser alterado nessas circunstâncias.

Doenças de uma forma geral podem gerar uma baixa na imunidade do bebê, podendo favorecer, sobretudo quando associado a algum dos fatores acima, o crescimento exagerado da candidíase.

Uso de corticoide tópico ou oral também pode predispor ao surgimento das lesões, por interferência na resposta imune.

Quais são os sintomas de sapinho na boca?

A principal característica do distúrbio é o surgimento de pontos e placas brancas na língua, na parte interna das bochechas, no céu da boca e até nos lábios (sobretudo na parte interna). Pode ser assintomático ou causar dor na hora da mamada e no uso de chupetas. Em crianças maiores, pode ocorrer dor na mastigação e deglutição, com redução do apetite. 

Não deve ser realizada tentativa de remoção manual dessas lesões, uma vez que costuma haver sangramento em caso de manipulação.

Quais são os tratamentos para o sapinho?

Além de buscar a causa e remover os fatores predisponentes, a primeira providência é realizar o diagnóstico correto. É muito comum confundir restos de leite na boca com a lesão.

Avaliação pediátrica é obrigatória para fechar o diagnóstico. O tratamento é simples e rápido, com antifúngico oral por 14 dias. No caso de bebês que mamam no seio, pode ser necessário o tratamento simultâneo da mãe.

Candidíase em crianças mais velhas ou que não apresentem mais fatores de risco (como uso de chupeta, mamadeira, antibiótico, corticóide) não é habitual e deve acender alerta para doenças subjacentes. Não deixe de procurar o pediatra!

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho como pediatra em Nova Lima!

O que deseja encontrar?

Compartilhe